14
Dez 06
14
Dez 06

Extensão do corpo - Continuação da humanidade...

'Este texto explica porque os nossos antepassados mais remotos, como diz na Bíblia, viviam cerca de 900 anos.' (Génesis, capítulo 5: "Este é o livro da história de Adão.") e prova a existência de Deus. E se quiseres saber como viver também, lê. (É um texto longo, mas valerá  a pena lê-lo  -  não se trata de nenhuma piada.):
 
 Na Bíblia, Livro Génesis, capítulo 2, parágrafo 9: "Deus fez brotar da terra toda sorte de árvores, de aspecto agradável, e de frutos doces para comer;..." Bem... Obviamente, se no Jardim do Éden somente tinha frutas, é porque Deus com toda certeza criou o homem para ser frutífero, e por não obedecermos esta lei da natureza é que vivemos menos. O porém hoje é que comer apenas frutas aparentemente não sacia a fome. Se experimentares fazer isto, sentirás uma fome muito grande e com certeza lhe faltarão os nutrientes necessários para que possas manter a "boa saúde". Isto se deve ao facto de que, no Jardim do Éden, as frutas não eram apenas as que nós encontramos nos mercados hoje em dia. Haveriam ainda estas outras frutas espalhadas por aí se nossos antepassados tivessem amor o suficiente para plantarem aquilo que não iriam colher. Ainda existem porém no resto do mundo - principalmente no Continente Africano, dezenas de espécies de frutas (muitas delas que saciam a fome - dão em árvores e quando caem os elefantes comem-nas), tal qual a fruta de toda a terra. Apesar da devastação das árvores frutíferas e "castanheiras" de um modo geral que foi feita em nosso planeta, ainda resta a esperança de que o ser humano se esforce para transformar o mundo novamente no Jardim do Éden em que Deus nos deixou, porque a razão da existência do ser humano na Terra estabelecida por Deus, fora para que ele cuidasse do Jardim do Éden: Génesis, capítulo 2, parágrafo 15: "Deus tomou o homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar."; ou seja, o ser humano sendo frutífero, teria que plantar e manter as árvores frutíferas que Deus plantara no Jardim do Éden; o homem teria que seguir o exemplo dado por Deus, que criara o Jardim do Éden..
 
 O fruto proibido que fala na Bíblia, nada é além do que a "simbologia daquilo que a natureza, através das mãos de Deus, não se oferece para ser comido". Não tem nada a ver com maçã. Maçã podes comer à vontade. Porque Deus chamou o fruto proibido de "o fruto do bem e do mal"? Simples, porque o desrespeito à natureza influencia o nosso comportamento. Ao comermos do fruto proibido, perdemos a sensibilidade em relação às coisas que Deus criou e esta insensibilidade, em grande escala espalhada pela Terra, é o motivo de todo o mal do mundo. Além do mais, ao se comer o que a natureza não nos oferece, geramos o "trabalho" alheio (é necessário replantar todo ano) e a consequente dominação do ser humano pela comida, uma vez que não basta simplesmente colher o que a natureza está oferecendo para ser comido.
 
 A consequência disto é a escravidão, o que gera descontentamentos que levam à violência. Porque está escrito que a cobra falou para Adão e Eva que se comessem o fruto proibido seriam como deuses? Hoje os seres humanos são como os deuses, da simples necessidade de se replantar todo ano e a industrialização dos equipamentos agrícolas para tal, hoje já fabricamos de tudo, vivemos no conforto e mandamos uns nos outros; mas somos conhecedores do bem e do mal - quanto ao mal: basta ligar a televisão no noticiário criminal; - quanto ao bem: óbvio, nem tudo que se produz deixou, porque a razão da existência do ser humano na Terra estabelecida por Deus, fora para que ele cuidasse do Jardim do Éden: Génesis, capítulo 2, parágrafo 15: "O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar."; ou seja, o ser humano sendo frutífero, teria que plantar e manter as árvores frutíferas que Deus plantara no Jardim do Éden; o homem teria que seguir o exemplo dado por Deus, que criara o Jardim do Éden..O fruto proibido que fala na Bíblia, nada é além do que a "simbologia daquilo que a natureza, através das mãos de Deus, não se oferece para ser comido". Não tem nada a ver com maçã. Maçã você pode comer à vontade.
 Porque Deus chamou o fruto proibido de "o fruto do bem e do mal"? Simples, porque o desrespeito à natureza influencia em nosso comportamento. Ao comermos do fruto proibido, perdemos a sensibilidade em relação às coisas que Deus criou e esta insensibilidade, em grande escala espalhada pela Terra, é o motivo de todo o mal do mundo. Além do mais, ao se comer o que a natureza não nos oferece, geramos o "trabalho" alheio (é necessário replantar todo ano) e a consequente dominação do ser humano pela comida, uma vez que não basta simplesmente colher o que a natureza está oferecendo para ser comido.
 A consequência disto é a escravidão, o que gera descontentamentos que levam à violência.
 Porque está escrito que a cobra falou para Adão e Eva que se comessem do fruto proibido seriam como deuses? Hoje os seres humanos são como os deuses, da simples necessidade de se replantar todo ano e a industrialização dos equipamentos agrícolas para tal, hoje já fabricamos de tudo, vivemos no conforto e mandamos uns nos outros; mas somos conhecedores do bem e do mal - quanto ao mal: basta ligar a televisão nos noticiários; - quanto ao bem: é óbvio, nem tudo que se produz, conduz ao mal. No entanto, como Deus disse, nós morreremos por isto.
 
 Porque foi utilizado um animal como a cobra? A cobra, no passado, era o símbolo do ser predador, logo, o símbolo das forças de destruição que combatem as forças da criação. Se existem demónios, os mesmos são predadores. Um papagaio que vive na floresta, voando livremente e se alimentando do que a natureza lhe oferece, vive mais de cem anos e, se preso na gaiola, comendo apenas cereais, vive apenas cerca de 30 anos. Como está escrito no Livro Génesis: "Comerás o pão com o suor do seu rosto e morrerás..." É óbvio que a longa duração da vida do papagaio livre se deve à comida e à prática de exercícios.
 
 Na bíblia está escrito muito sobre comer carne. Isto se deve ao facto de que os nossos antepassados foram alterando as leis de Deus porque queriam comer churrasco. A alteração mais profunda se deu na época da implantação do Cristianismo pelo Imperador Constantino. Eis como ocorreu: O Imperador Constantino tinha o título de "corvo" na religião do Mitraísmo. Para quem não sabe, corvo era o grau máximo que uma pessoa podia chegar naquela religião e a própria religião do Mitraísmo nada era mais que uma seita onde pessoas (bruxos) tomavam sangue cru de boi em seus rituais, enquanto ainda quente e antes que coagulasse. Ora, o Cristianismo estava se difundindo naquela região e, como Jesus Cristo fora "essênio" (descendente de uma tribo vegetariana), teve lá seus seguidores, os chamados cristãos gnósticos, que incomodavam muito a Constantino. Constantino então resolveu acabar com o cristianismo verdadeiro, e o uniu ao Mitraísmo, transformando tudo numa única religião. Muito do que você possa ler na Bíblia sobre coisas que Jesus Cristo disse, é pura peripécia do Imperador Constantino.
 
 Porque Deus colocou querubins para guardarem com espadas  de conduz ao mal. No entanto, como Deus disse, nós morreremos por isto.
 
 Porque foi utilizado um animal como a cobra? A cobra, no passado, era o símbolo do ser predador, logo, o símbolo das forças de destruição que combatem as forças da criação. Se existem demónios, os mesmos são predadores.
 
 Um papagaio que vive na floresta, voando livremente e se alimentando do que a natureza lhe oferece, vive mais de cem anos e, se preso na gaiola, comendo apenas cereais, vive apenas cerca de 30 anos. Como está escrito no Livro Génesis: "Comerás o pão com o suor do seu rosto e morrerás..." É óbvio que a longa duração da vida do papagaio livre se deve à comida e à prática de exercícios. Na bíblia está escrito muito sobre comer carne. Isto se deve ao facto de que nossos antepassados foram alterando as leis de Deus porque queriam comer churrasco. A alteração mais profunda se deu na época da implantação do Cristianismo pelo Imperador Constantino. Eis como ocorreu: O Imperador Constantino tinha o título de "corvo" na religião do Mitraísmo. Para quem não sabe, corvo era o grau máximo que uma pessoa podia chegar naquela religião e a própria religião do Mitraísmo nada era mais que uma seita onde pessoas (bruxos) tomavam sangue cru de boi em seus rituais, enquanto ainda quente e antes que coagulasse. Ora, o Cristianismo estava se difundindo naquela região e, como Jesus Cristo fora "essênio" (descendente de uma tribo vegetariana), teve lá seus seguidores, os chamados cristãos gnósticos, que incomodavam muito a Constantino. Constantino então resolveu acabar com o cristianismo verdadeiro, e o uniu ao Mitraísmo, transformando tudo numa única religião. Muito do que você possa ler na Bíblia sobre coisas que Jesus Cristo disse, é pura peripécia do Imperador Constantino.
 
 Porque Deus colocou querubins para guardarem com espadas de fogo a árvore do fruto da vida eterna? Porque Deus, tendo o maior amor do mundo, não daria a eternidade a algo que vivesse eternamente destruindo a vida.
 Eu estou lhe dizendo isto porque Deus fala comigo em meus sonhos,  e tudo que ele me disse tem sido a mais pura verdade. Há algum tempo atrás, ele me contou o seguinte. Leia com atenção: (Alterações em relação à castanhas, noz e amêndoas me foi repassada por Deus depois... Foi muito difícil na primeira tentativa interpretar a mensagem divina, devido à maneira pela qual ela me foi transmitida. Caso você já a tenha lido, releia-a; você perceberá que existem algumas alterações.):
 
 
 Para que possa ter uma vida muito, mas muito longa, ao ponto de parecer eterna, a pessoa deve comer apenas o que a natureza a oferece, e não tirar dela o que ela não oferece. Por exemplo: Ao se comer uma maçã (...ou outra fruta...), você não está danificando a natureza, porque a maçã quando já madura está pronta para ser descartada pela macieira, atingir o solo e servir de abrigo e sustento às sementes que nascerão para se tornarem novos pés de maçã. Você então deverá comer a maçã, tirar suas sementes e plantá-las e, se possível, cuidar para que elas nasçam e cresçam, de modo a substituir aquilo que você tirou da natureza, que é o invólucro que protege a sua existência; assim como as polpas das frutas protegem as sementes, elas (as polpas) protegerão sua vida. Deste modo você não estará interferindo no ciclo da vida para se manter vivo, e fará com que outras pessoas que virão, que já existem, seus pais, irmãos, filhos que você tenha ou porventura vier a ter, você próprio, amigos e até inimigos, não deixem de ter a oportunidade de poderem se alimentar graças ao que a natureza oferece de "mãos abertas". E assim, seguindo este raciocínio, passar a se alimentar para todo o sempre. Frutas são também tudo aquilo que as fogo a árvore do fruto da vida eterna? Porque Deus, tendo o maior amor do mundo, não daria a eternidade a algo que vivesse eternamente destruindo a vida.
 
 Eu estou lhe dizendo isto porque Deus fala comigo em meus sonhos,  e tudo que ele me disse tem sido a mais pura verdade. Há algum tempo atrás, ele me contou o seguinte. Leia com atenção: (Alterações em relação à castanhas, noz e amêndoas me foi repassada por Deus depois... Foi muito difícil na primeira tentativa interpretar a mensagem divina, devido à maneira pela qual ela me foi transmitida. Caso você já a tenha lido, releia-a; você perceberá que existem algumas alterações.):
 
 Para que possas ter uma vida muito, mas muito longa, ao ponto de parecer eterna, deve-se comer apenas o que a natureza a oferece, e não tirar dela o que ela não nos dá. Por exemplo: Ao comer-se  uma maçã (...ou outra fruta...), não estás danificando a natureza, porque a maçã quando já madura está pronta para ser descartada pela macieira, atingir o solo e servir de abrigo e sustento às sementes que nascerão para se tornarem novos pés de maçã. Então deverás comer a maçã, tirar suas sementes e plantá-las e, se possível, cuidar para que elas nasçam e cresçam, de modo a substituir aquilo que tiraste da natureza, que é o invólucro que protege a tua existência; assim como as polpas das frutas protegem as sementes, elas (as polpas) protegerão a vida. Deste modo não estarás interferindo no ciclo da vida para te manteres vivo, e farás com que outras pessoas que virão, que já existem, teus pais, irmãos, filhos, amigos e até inimigos, não deixem de ter a oportunidade de poderem se alimentar graças ao que a natureza oferece de "mãos abertas". E assim, seguindo este raciocínio, passar-se a  alimentar para todo o sempre. Frutas são também tudo aquilo que as plantas nos oferecem, como tomate, abóbora e pimentão, por exemplo. No entanto, dêem preferência as frutas que são produzidas por árvores, porque assim não estarão destruindo a natureza para cultivá-las. No vestir, procura usar roupas de algodão, porque o algodão serve apenas para fazer com que a sua semente, ou seja, a semente do pé de algodão, se espalhe com o vento e, assim como a pluma do algodoeiro enfeita os campos, cobrindo-os com a sua brancura, também poderás utilizar o algodão para te cobrires. Já as verduras não devem ser comidas porque elas não estão se oferecendo para que tu as comas. Elas estão lá, vegetando a vida delas. Se as cortares antes do tempo para as comeres, estás lhe roubando o ciclo da vida delas e, da mesma forma que tiras a vida delas, ao ingerir no seu organismo (comê-las), elas tirarão um pouco da tua vida. Todas as outras plantas que tiveres que matar para comer, não as ingira; estas plantas não estão se oferecendo para que as comas. Os cereais, que nada mais são que sementes, também não devem ser comidos; eles advém de plantas de pouca duração de existência e para cultivá-los é necessário destruir outros vegetais. Queres comer sementes? Come então castanhas, nozes e amêndoas, pois o seu consumo evita a dominação do homem pela comida, visto que castanhas, por exemplo, são produzidas por muitos anos, durante o ciclo de existência da castanheira e não é necessário plantar novamente para que se possa fazer uma nova colheita, assim como não é necessário cozinhá-las. Bebidas alcoólicas são derivadas de plantas que não se oferecem para serem comidas; assim como o fumo, maconha, cocaína, heroína, e todas as outras drogas imagináveis. Os animais e tudo que deles advém (ovos e leite, inclusive), sejam eles aquáticos, aéreos ou terrestres, nem se fala! Quanto mais os comeres, mais envelhecerás, e morrerás muito mais rápido! Eles, além de não plantares estão te oferecendo, como tomate, abóbora e pimentão, por exemplo. No entanto, dêem preferência as frutas que são produzidas por árvores, porque assim vocês não estarão destruindo a natureza para cultivá-las. No vestir, procura usar roupas de algodão, porque o algodão serve apenas para fazer com que a sua semente, ou seja, a semente do pé de algodão, se espalhe com o vento e, assim como a pluma do algodoeiro enfeita os campos, cobrindo-os com a sua brancura, também poderás utilizar o algodão para te cobrires. Já as verduras não devem ser comidas porque elas não estão se oferecendo para que as comas. Elas estão lá, vegetando a vida delas. Se as cortares para comer,  estás tirando a sua vida e, da mesma forma que tiras a vida delas, ao ingerir no teu organismo (comê-las), elas tirarão um pouco da tua vida. Todas as outras plantas que tiveres que matar para comer, não as ingires; estas plantas não estão se oferecendo para que sejam comidas. Os cereais, que nada mais são que sementes, também não devem ser comidos; eles advém de plantas de pouca duração de existência e para cultivá-los é necessário destruir outros vegetais. Queres comer sementes? Come então castanhas, nozes e amêndoas, pois o seu consumo evita a dominação do homem pela comida, visto que as castanhas, por exemplo, são produzidas por muitos anos, durante o ciclo de existência da castanheira e não é necessário plantar novamente para que se possa fazer uma nova colheita, assim como não é necessário cozinhá-las.
 Bebidas alcoólicas são derivadas de plantas que não se oferecem para serem comidas; assim como o fumo, maconha, cocaína, heroína, e todas as outras drogas imagináveis. Os animais e tudo que deles advém (ovos e leite, inclusive), sejam eles aquáticos, aéreos ou terrestres, nem se fala! Quanto mais os comeres, mais depressa envelhecerás,  e morrerás  muito mais rápido! Eles, além de não estarem se oferecendo para que se comam, usam de todas as suas forças para fugir do que "lhes ofereceres". O ser humano não é predador por natureza, pois nasce sem unhas afiadas e dentes afiados. Digo isto porque eu, sendo a "Luz do Mundo e do Universo Inteiro!", jamais permitirei que seres que se mantém vivos graças à destruição das outras vidas que, assim como a vocês, também criei com minha luz, vivam eternamente na Terra destruindo a vida!, e ainda mais tendo estes seres evoluídos ao ponto de serem pensantes como eu, detentores do "saber" de distinguir entre o que é certo ou errado. Meu nome: Deus."
 
 E quanto à fruta da vida eterna? Deus vê que um índio ao andar pelo mato e encontra uma fruta silvestre se sente feliz e a come, mas não pensa em ajudar o próximo, dando no futuro dele a mesma alegria que está recebendo e, ao invés de plantar as sementes, as joga fora e, por esse motivo, Deus nunca voltará para nos dar do fruto da vida eterna enquanto não mudarmos este comportamento. Talvez volte para alguma outra coisa... Mas ainda poderás viver aproximadamente mil anos, mesmo sem comeres do fruto da vida eterna, desde que somente comas o que a natureza te oferecer. Nós somos este índio, e nós também somos todos estrelas das íris dos olhos de Deus, que com nossos próprios olhos e sua luz nos vê.
 
 Somente com o mundo repleto de árvores de frutas,  castanhas, nozes e amêndoas é que poderíamos seguir a filosofia de Jesus Cristo: Eis o que ele falou: (Evangelho Segundo São Mateus, Capítulo 19, parágrafo 21): "Respondeu Jesus: "Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me". Pelo menos terias o que comer se seguisse Jesus, pois uma árvore de frutas, nozes, castanhas e amêndoas dá frutas,  nozes estarem se oferecendo para que você os coma, usam de todas as suas forças para fugir do que "você oferece a eles". O ser humano não é predador por natureza, pois nasce sem unhas afiadas e dentes afiados. Digo isto porque eu, sendo a "Luz do Mundo e do Universo Inteiro!", jamais permitirei que seres que se mantém vivos graças à destruição das outras vidas que, assim como a vocês, também criei com minha luz, vivam eternamente na Terra destruindo a vida!, e ainda mais tendo estes seres evoluídos ao ponto de serem pensantes como eu, detentores do "saber" de distinguir entre o que é certo ou errado. Meu nome: Deus."
 
 Ao invés de ofereceres dinheiro para mim ou para alguma instituição religiosa, pega dez por cento do que possuis ou lucras e investe na plantação de árvores frutíferas, castanheiras, de amêndoas ou de nozes, que ganharás muito mais. É certo que o mundo não durará muitas novas gerações..., talvez realmente estejamos no fim. De facto, como diz na bíblia "o fruto proibido" é bom para comer, de agradável aspecto e "muito apropriado para abrir a inteligência" (tecnologia). Trabalha então  pelo menos um único dia para Deus plantando um pé de frutas, castanhas, amêndoas ou nozes em prol da recriação do "Jardim do Éden...".
 
 Poderão até achar engraçado a tudo o que leram; o problema é que Deus não acha graça nenhuma ao ver seres que ele criou para cuidarem do Jardim do Éden estarem transformando a Terra num inferno; e o que tinha no Jardim do Éden?: "Rios de águas cristalinas e o ar?: Puro."
 Um dos grandes mandamentos de Deus é: "NÃO MATARÁS!", porque Deus está vendo, e se quiseres ser amado por Deus,  terás que fazer parte das forças de criação da vida, e não das de destruição, porque para Deus a única coisa sagrada é a vida.
 
 Bem, aproveita a vida...Afinal, é uma só... Este computador no qual estás a ler este texto existe, mas tudo começou com uma máquina para decifrar códigos de mensagens na segunda guerra mundial... (tecnologia, o conhecimento do bem e do mal). Ok, agora já sabes que Deus realmente existe... Apesar de muitos lerem isto, sei que no final da tarde, ao ver o lindo  pôr do Sol, acenderão um cigarrinho, bebem uma cervejinha, comerão a "carninha" assada... Bem..., peixe faz menos mal... Mas os rios estão tão poluídos, não é mesmo? Talvez por isto esteja escrito na Bíblia que Jesus fizera o milagre dos peixes... Mas é bem provável que esta inscrição seja nada além que mais uma do mitraísmo. Fazer o que, não é... Bem, Deus disse-me  isto e um tempo depois que eu passei a comer apenas frutas e essas outras sementes já citadas, notei que (desculpem a maneira de falar) minhas fezes tornaram-se de cheiro agradável e percebi que nada mais estava apodrecendo dentro de mim... As porcarias que eu comia eram como uma laranja podre - perto das outras, as contamina... É somente uma conclusão empírica, mas creio que o segredo esteja aí.  Talvez plantar um pé de castanha, noz, amêndoa ou fruta não seja tão difícil assim... Que tal um lindo pé de castanha ou noz ou amêndoa e um de fruta dentro do terreno em frente à tua casa, plantado de modo que parte das sementes de castanha, noz ou amêndoa ou então as frutas caiam também na rua, para que alguém que passe por ali e esteja à procura de algo para comer não precise pedir esmolas... Este alguém poderia ser, talvez, quem sabe... Bem... Sempre que eu planto uma árvore destas, eu sinto em minha mente e em meu coração a ligação espiritual com Deus, pois sei que Deus sempre está "presente em espírito" quando alguém, no ciclo da vida, se esforça para decidir entre o certo e o errado - e faz o certo.
 Se eu tivesse condições financeiras, organizaria uma expedição ao Continente Africano, seguiria estes elefantes que se sustentam graças às frutas, pegaria as sementes destas frutas e plantaria no mundo inteiro.
 O ser-humano nunca deixará de ser frutífero! Enquanto ninguém fizer isto, não haverá salvação; as frutas que existem por aí não sustentam, não saciam a fome, e nós sempre seremos escravos de nós mesmos. A única coisa que poderás fazer por ti mesmo é comer mais frutas que outras coisas. - A intenção daquela cobra do jardim do Éden, espírito do demónio, foi sempre a de acabar com o mundo! E o pior é que está conseguindo. Satanás faz isto fazendo-te comer o que a natureza não te oferece, DOMINANDO O SER-HUMANO PELA COMIDA e fazendo-a destruir a natureza para isto; o que causa toda esta poluição, desmantelamento, fome e guerras - e assim levar-te-á muito antes do tempo para a cova. Ah! Existe vida após a morte? Antes pergunta o que  fizeste para merecer isto... Isto!
 Não faças nada! Não plantes nenhuma das árvores citadas! Mas no futuro, um dia, irás, em espírito,  próximo ao próprio leito de morte, lembrar-te-ás então que abandonas-te o teu Deus no campo de batalha contra o diabo!
publicado por Mário Feijoca às 15:30 | comentar | ver comentários (2) | favorito
06
Dez 06
06
Dez 06

Conversa em casa...

publicado por Mário Feijoca às 18:23 | comentar | favorito