políticos sem [ Pedeegre ]

Lusitânia minha, Portugal meu

O que nos andam a fazer
nem eles sabem bem, o quê...
quando um dia se fizer história
pouco haverá para recordar
porque a tristeza será medonha
para poder ser recordada

Destes nobres charlatães
que hoje nos mentem e enganam
enchem-se como uns glutões
nada haverá para salientar
a não ser...

A miséria a aumentar.
E o défice, que nos fez afundar!

publicado por Mário Feijoca às 04:22 | comentar | favorito