A mim ninguém me cala!

Uma advertência: Podem falar, dizer mal, mas por favor não façam mais cartoons do género porque o ocidente não tem nada haver com o oriente, e como tal, não entende este povo nem compreendem a sua doutrina... De contrário isto nunca tinha tido lugar.
A guerra da obrigação dos militares, está sempre em desvantagem, com a predestinada vocação, porque os muçulmanos sabem o que defendem e nós não. São duas filosofias diferentes de ver o mundo.

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] (hspace>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<P>Uma advertência: Podem falar, dizer mal, mas por favor não façam mais cartoons do género porque o ocidente não tem nada haver com o oriente, e como tal, não entende este povo nem compreendem a sua doutrina... De contrário isto nunca tinha tido lugar.<BR>A guerra da obrigação dos militares, está sempre em desvantagem, com a predestinada vocação, porque os muçulmanos sabem o que defendem e nós não. São duas filosofias diferentes de ver o mundo.</P><P align=center><IMG style="WIDTH: 352px; HEIGHT: 284px" height=349 alt=Muhammed_Rasmus_Sand_Hoyer_Jyllands-Posten_Cartoons.jpg src="http://ecurioso.blogs.sapo.pt/arquivo/Muhammed_Rasmus_Sand_Hoyer_Jyllands-Posten_Cartoons.jpg" width=450 border=0 (hspace="10" )> <IMG style="WIDTH: 182px; HEIGHT: 260px" alt=31509v1.jpg src="http://ecurioso.blogs.sapo.pt/arquivo/31509v1.jpg" border=0></P><P> </P><P>Na  consequência  destes <I>cartoons</I>.<BR>A comunidade muçulmana não tardou a reagir. Vários países muçulmanos encerraram as representações diplomáticas no país, queimaram bandeiras em protesto. O jornal reafirmou o seu comprometimento com a liberdade de expressão mas a polémica não perdeu o gás.<BR><BR>Em nome da liberdade de expressão, a imprensa europeia publicou  os <I>cartoons</I> do profeta Maomé que provocaram a ira do mundo muçulmano contra a Dinamarca e o jornal <I>Jyllands-Posten</I>. - Liberdade, liberdade vê bem por onde andas...</P>
publicado por Mário Feijoca às 04:35 | comentar | favorito