Natalidade da esperança...

    As últimas notícias que este governo anunciou: O governo incentiva a natalidade e penaliza opção dos casais por filho único. Três filhos vão dar benefícios nos descontos dos impostos da segurança social... Com esta medida, fiquei cheio de pena dos portugueses, que só tenham um filho. Será que é desta, que vou ficar bem financeiramente; porque me vão auxiliar nas despesas do colégio, na educação, na saúde e nos brinquedos didácticos, que elas necessitam para as ajudar a desenvolverem as suas capacidades: em cada brinquedo que compro, já pago 21% de IVA, será que agora vão-me devolver? Filhos dão bónus na segurança social!... Isto é para rir, ou chorar? Já nem sequer sei bem! Eu tenho três gémeos com quarenta meses de idade, e até hoje, o governo nem sabem por vezes, que eles "existem"...A intenção até nem é má de todo, mas de intenções está o inferno cheio.  Porque se esta medida anunciada pelo governo não chegar a ser implementada nesta legislatura, lá virá outro a achar que não tem cabimento e a alterará na sua totalidade. É sempre assim, o bom senso é coisa que não habita na cabeça dos políticos. Isto, ainda por cima, sem focar os problemas vigentes na segurança social, que já não garantem as pensões de reforma para além de 2015, se nenhuma medida for implementada. A ver vamos, como esta novela se desenrolará...

 

publicado por Mário Feijoca às 20:33 | comentar | favorito