Mulheres

Já tive mulheres de todos as cores
De várias idades de muitos amores
Com uma até certo tempo fiquei
Pra outras apenas um pouco me dei

Já tive mulheres do tipo atrevida
Do tipo acanhada do tipo vivida
Casada carente, solteira feliz

Já tive mulheres donzelas e até meretrizes
Mulheres cabeças e desequilibradas
Mulheres confusas de guerra e paz

Mas nenhuma delas me fez tão feliz
Quanto você me faz...

Procurei em todas as mulheres a felicidade
Mas eu não encontrei e fiquei na saudade
Foi começando bem mas tudo teve um fim

Você é o sol da minha vida a minha vontade
Você não é mentira, você é verdade
É tudo o que um dia eu sonhei pra mim.

Marinho da Vila

Nimei.jpg
Foto by Andreas Biteshich

Dedico esta poesia a todas as mulheres que já tive; e às que ainda hei-de ter, até ao fim da minha vida. Dedico estas palavras também, a todos os homens que as sabem ter, e que lhes dêm aquilo que elas todas mais querem: Respeito, carinho, amor e tranquilidade! (E algumas muito, muito dinheiro...)

Crédito prevenido


Atenção aos expert's informáticos e ao "MODUS OPERANDI" dos piratas do Multibanco. Clica na imagem e vê com os teus olhos a sua habilidade e os seus métodos...

  • Il Gioco
  • publicado por Mário Feijoca às 19:34 | comentar | favorito